22 novembro 2011

O uso do espaço negativo em logos

Chamamos de "espaço negativo" tudo aquilo que não consideramos elemento físico num layout. Muitas pessoas o entendem simplesmente como o "fundo", mas grandes designers como Timothy Samara nos dizem para enxergarmos e utilizarmos o espaço negativo como um elemento gráfico, a favor do compreendimento do resultado final.
Em outras palavras, o espaço negativo não deve ser um nada ou um segundo plano no layout e sim parte do elemento em primeiro plano. Vemos essa "técnica" em algumas logos famosas, como a do Carrefour, a da Fórmula 1, entre outros. Às vezes dá certo, às vezes é um fiasco.
Geralmente, a ideia do uso do espaço negativo numa logo é deixar incorporado na marca o sentido icônico da empresa, entendemos isso melhor na prática:

Seguindo paradigmas mais simples do design gráfico, como a simplificação fundamental da logo, o uso do espaço negativo para criar formas e dar mais de um sentido à figura (e quando bem aplicado) é uma sacada a mais que garante pontos com o público alvo. A memorização da logo vai ser resultado da relação limpa do elemento em positivo com o espaço negativo.

See ya! ;)

Sem comentários ainda

Postar um comentário

Critique, elogie, pergunte, recite um poema... enfim! O espaço abaixo é todo seu!

Seja coerente com o assunto global da postagem ou do blog. Não faça comentários de má fé ou propaganda de algo que não tem relação alguma com a postagem. Para assuntos outros, entre em contato com o autor através dos links disponíveis.
Os comentários são sujeitos a moderação.